Captação de Água da Chuva em Escolas. Um Ambiente Educativo e Ecologicamente Correto

Compartilhe

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Captação de Água da Chuva em Escolas. Um Ambiente Educativo e Ecologicamente Correto
Educar criando uma consciência ecológica, que valoriza práticas sustentáveis como, coleta seletiva de lixo, plantio de mudas, redução do consumo de energia e água, além de captar água da chuva tem sido uma vivência cada vez mais comum nas escolas de todo o Brasil.

Captação De Água Da Chuva Em Escolas. Um Ambiente Educativo E Ecologicamente Correto 01

Cisternas e o reaproveitamento hídrico em escolas

Com o uso de cisternas, escolas municipais e estaduais utilizam a água captada da chuva para limpeza e manutenção, evitando o desperdício de água potável no ambiente escolar. Esta atividade, além de ter um caráter sócio educativo, possibilita refletir sobre como a atitude de cada um influencia no ambiente ao seu redor.

Educação Ambiental

Esta prática simples e ecologicamente correta, além de dar exemplo e educar, incentiva alunos, professores e toda a comunidade a conviver de maneira sustentável, criando uma consciência ecológica e ambiente agradável para toda comunidade. Captação De Água Da Chuva Em Escolas. Um Ambiente Educativo E Ecologicamente Correto 02 Foi o que aconteceu na Escola Municipal de Educação Infantil Sementinha, localizada em Marau, no Rio Grande do Sul. No pátio da escola, foi instalada uma Cisterna Vertical, para captar a água da chuva, com capacidade para armazenar até 1000 litros de água. Esta água das chuvas vem sendo utilizada na limpeza dos pátios, calçadas e irrigação dos jardins.

Fácil de Instalar

As cisternas verticais são compactas, muito simples de instalar e podem captar até 1050 litros de água por módulo, ocupando um espaço reduzido e sem precisar fazer escavações ou ainda modificar a estrutura do prédio. Captação De Água Da Chuva Em Escolas. Um Ambiente Educativo E Ecologicamente Correto 03 Assim como a Escola Municipal Sementinha, várias outras escolas estão dando o primeiro passo, sendo referência nas suas comunidades com a captação de água da chuva e incentivo a práticas sustentáveis.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Leia também